X

Feijão defende quadras de SP: 'Ninguém é obrigado a voltar'

Quarta, 13 de fevereiro 2013 às 18:32:11 AMT

Link Curto:

Tênis Profissional
Por Ariane Ferreira - João Olavo Sousa, o Feijão, conversou com a imprensa após a vitória sobre Ruben Ramirez Hidalgo e enfrentará Rafael Nadal nesta quinta nas oitavas de final. O tenista defendeu as quadras paulistanas das críticas dos outros tenistas

Perguntado sobre como estava sentido as quadras e se encontrou alguma dificuldade, João respondeu: "Não eu não achei não. Eu ouvi bastante reclamação por parte dos outros tenistas, mas da minha parte a quadra está boa. Não está em perfeitas condições, tem um probleminha ou outro de quique, mas não é qualquer quadra de saibro que é igual a de Roland Garros, são vários torneios em que as quadras não são as melhores do mundo, eu acho que a quadra daqui é normal".

Feijão afirma que ao mesmo tempo do torneio paulistano há outras duas competições: "Quem não quiser vir tem mais dois torneios para jogar, então ninguém é obrigado a vir jogar aqui no próximo ano. Então, não é preciso meter o 'pau' na quadra", opiniou o carioca que disse que defende sim o torneio paulistano, que é ótimo e "dá hotel cinco estrelas, comida e transporte à vontade".

Feijão acredita que as quadras são um "pequeno detalhe" e que não serão motivos para que a chave do torneio seja esvaziada na edição 2014.