X

Mello se aposenta após derrota para argentino em SP

Segunda, 11 de fevereiro 2013 às 19:05:05 AMT

Link Curto:

Tênis Profissional
Por Ariane Ferreira - O paulista Ricardo Mello, 346 da ATP, perdeu para o argentino Martin Alund, que protagonizou no inicio da manhã uma batalha de 3h diante do chileno Jorge Aguilar pela final do qualifying. Com a derrota de Mello encerra oficialmente sua carreira profissional.

Alund, que entrou na chave como lucky-loser após a desistência do compatriota Leonardo Mayer desistir da chave do ATP brasileiro após sentir uma lesão nas costas, ficou sabendo que jogaria a partida das 17h por volta das 15h30, e mesmo sob suspeitas de suas condições físicas fez um duplo 6/4 em 1h34 e aposentou o brasileiro.

Mello contou com o apoio da torcida, que aproveitou a segunda-feira de carnaval para estar no Ginásio do Ibirapuera e apoiar o brasileiro diante de um argentino. Ricardo começou a partida mal, precisou de seis minutos para salvar três breakpoints e confirmar seu saque já no primeiro game da partida. Daí em diante, Mello passou a jogar pressionado em todos os seus games de saque e com ajuda da torcida tentou uma reação no segundo set, mas não foi suficiente.

O paulista fez um ace a dois do argentino que venceu 73% dos pontos jogados em primeiro serviço contra 53% do brasileiro. Com quase cinco horas em quadra, Alund sacou para o jogo pressionado por Mello e a torcida paulistana, mas conseguiu uma direita vencedora e ascendeu na chave e encara o cabeça de chave quatro, o francês Jeremy Chardy.

A vibração do argentino no fim da partida, quando gritou e chegou a jogar a raquete no chão, irritou a torcida que o vaiou, mas o público preferiu homenagear o veterano brasileiro, que mesmo derrotado deixou a carreira profissional aplaudido em casa.

Com problemas no áudio do microfone da quadra central, Mello afirmou ter dado “de tudo pelo tênis” e ter recebido muito do esporte também. Ricardo, que foi 50 do mundo em 2005, agradeceu aos familiares e amigos e não deixou de atender aos fãs na saída de quadra.

Profissional desde 1999, Mello tem um título em nível ATP, em Delray Beach 2004, e fez três semifinais no Brasil Open em 2005, 2010 e 2011, as duas primeiras ele foi derrotados pelos campeões, os espanhóis Rafael Nadal e Juan Carlos Ferrero, já em 2011 foi batido pelo uraniano Alexandr Dolgopolov, que foi derrotado na final pelo também espanhol Nicolas Almagro.