X

Bellucci: “Será uma emoção muito forte jogar contra o Nadal em casa”

Sábado, 09 de fevereiro 2013 às 13:55:05 AMT

Link Curto:

Tênis Profissional
Por – Ariane Ferreira - O número um do Brasil Thomaz Bellucci ajudou a sortear a chave principal da disputa de simples do Brasil Open e pôs um qualifier como seu primeiro rival no evento, disputado em quadra de saibro no Ginásio do Ibirapuera.

Thomaz viu a chave encaminhar um possível confronto contra Rafael Nadal para semifinal e comentou a emoção para o possível encontro.

Ao lado dos brasileiros Bruno Soares e Marcelo Melo, Bellucci comentou as dificuldades da estreia: “Eu acho que jogar contra o quali nunca é fácil, ele já saí do qualifying onde ele ganhou dois ou três jogos e entra com bastante ritmo na chave. Então, é um jogador que tem um ranking baixo, mas é um cara que chega com a confiança de ter ganhado alguns jogos no quali, que aqui está duro”.

O natural de Tietê ressaltou estar se sentindo bem para o primeiro torneio disputado sob o saibro: “A expectativa de fazer um bom torneio”.

Vindo de grande vitória diante do americano John Isner na disputa da Copa Davis, Bellucci disse ter encontrado na vitória sob o gigante, maior motivação para jogar o torneio paulistano: “Eu venho de um jogo bom, acho que isso em deu uma motivação a mais para eu chegar aqui em casa e jogar o mesmo nível que joguei lá. Aqui é uma quadra onde eu me sinto muito mais confortável. É a quadra onde tenho meus melhores resultados. Então, tomara que eu consiga jogar bem aqui com o apoio da torcida. Vou tentar jogar um nível alto”

Sobre o possível encontro com Nadal, Thomaz considera que há um caminho longo e ressalta a importância da torcida para uma boa campanha: “Tem um caminho longo até a semifinal ainda, mas tomara que a torcida me motive a cada jogo, eu acho que é importante ter o apoio da torcida. Não é sempre que a gente pode jogar dentro de casa, com um estádio deste tamanho. Então, tomara que eu consiga primeiro passar por cada jogo”.

Caso chegue à semifinal, o brasileiro considera que será um bom jogo: “Eu acho que vai ser muito legal, uma emoção muito forte jogar com o Nadal aqui dentro de casa, mas eu acho que o mais importante é eu estar concentrado em cada jogo. Porque se eu chegar à semifinal, eu vou ter que estar jogando bem para fazer um bom jogo contra o Nadal”.