X

Bellucci não considera duelo com Rússia como revanche

Quarta, 11 de abril 2012 às 16:36:20 AMT

Link Curto:

Tênis Profissional
Depois de dois merecidos dias de descanso após a vitória do Brasil sobre a Colômbia, no último final de semana, pela Copa Davis, o tenista número 1 do Brasil e 44 do mundo, o paulista Thomaz Bellucci (Banco Votorantim/ Correios/ Gillette/ adidas/ Wilson), voltou aos treinamentos nesta quarta-feira, em São Paulo, na companhia do técnico Daniel Orsanic. Os dois embarcam na próxima sexta-feira para Montecarlo, onde o jogador dará início à temporada de saibro europeu.

Bellucci ficou sabendo do sorteio que colocou a Rússia novamente no caminho do Brasil nos playoffs da Copa Davis durante o treino da manhã e gostou da notícia. "Bom sorteio para gente. O mais importante era jogarmos em casa novamente. Temos agora a vantagem de jogarmos com o apoio da nossa torcida e escolhermos o piso. No ano passado, eles (russos) levaram vantagem, agora é a nossa vez", disse o tenista número 1 do Brasil.

No ano passado, em Kazan, a Rússia só definiu o confronto no último jogo, em que Bellucci ainda teve dois match-points contra Mikhail Youzhny. "Não considero como uma revanche agora, são situações diferentes, jogadores diferentes. Eles têm uma grande opção de jogadores e ainda não sabemos quem vai jogar, mas têm um time bastante experiente com (Mikhail) Youzhny, (Nikolay) Davydenko, (Alex) Bogomolov, (Igor) Kunitsyn, (Igor) Andreev... Agora é esperar o confronto", analisou Bellucci.

Brasil e Rússia se enfrentam de 14 a 16 de setembro e a Confederação Brasileira de Tênis define até 1º de maio a cidade que receberá o confronto.

Enquanto não chega a Davis, Bellucci volta novamente às suas atenções ao circuito profissional. "Quero levar para a Europa essa motivação extra da Davis em São José do Rio Preto", afirmou. "Viajo com uma boa expectativa. Vou jogar os torneios no piso que mais gosto, com chance de jogar bem e, principalmente, voltar de vez a jogar o meu melhor tênis, como em Madri, no ano passado (Bellucci foi semifinalista)".