X

Melo cogita retomar parceria com Soares na Davis e Olimpíadas

Terça, 14 de fevereiro 2012 às 20:06:39 AMT

Link Curto:

Tênis Profissional
Por Diego Diegues - Com certo atraso Thomaz Bellucci e Marcelo Melo compareceram à sala de imprensa do Ginásio do Ibirapuera para a coletiva. Recheada de jornalistas a entrevista durou aproximadamente 20 minutos com ambos os tenistas não fugindo das respostas.

Assim como os demais tenistas brasileiros, Melo e Bellucci elogiaram a mudança do Aberto do Brasil para a cidade de São Paulo. “Aqui (São Paulo) é muito mais acessível do que a Costa do Sauipe. O local é mais próximo, os ingressos mais baratos e até os hotéis são mais condizentes com o povo brasileiro”, disse Marcelo.

Bellucci também considerou a mudança muito válida. “Acho que agora está mais fácil para a torcida acompanhar os brasileiros e também os estrangeiros de perto, como Verdasco e Almagro. Esse contato com a torcida é muito bom para o tênis brasileiro”, ressaltou.

A coletiva de imprensa serviu para encerrar as especulações que Marcelo Melo e Bruno Soares tinham brigado e por isso resolveram terminar a parceria. “Quero deixar uma coisa bem clara. Não vejo problemas em atuar com Bruno, eu o conheço há mais de 20 anos. A separação aconteceu por coisas do circuito”, argumentou.

Não satisfeito Melo continuou. “Seria muito bom jogar com Bruno novamente tanto na Davis quanto nas Olimpíadas”. A resposta surgiu após ser questionado se o paulista aceitaria jogar os Jogos Olímpicos ao lado de Bellucci, que por sua vez afirmou que seu foco é a simples.

“Essa parceria está sendo muito boa para meu jogo, porém iremos jogar juntos só mais alguns torneios, porque meu foco sempre foi a simples”, contou Bellucci. Ele completa dizendo que o jogo de duplas o ajuda a melhorar o seu jogo de rede. “Sinto uma evolução muito boa no meu voleio. Credito isso aos torneios constantes que tenho jogado em dupla”, completou.

Não acostumado com muito assédio, Bellucci viveu um dia de ídolo. Tanto no treino quanto no jogo a torcida brasileira não parava de gritar seu nome ou então pedir um autógrafo. “Confesso que sou tímido, mas aos poucos vou me soltando um pouco mais, porque é muito bom esse contato com o público. Comparado com os outros anos eu já melhorei bastante”, afirmou.

Na próxima rodada Mello e Bellucci enfrentam Bruno Soares e Eric Butorac. Para Mello é muito ruim enfrentar brasileiros, porém faz parte do tênis. “Realmente não é legal enfrentar brasileiros, mas será um jogo muito bom porque o Bruno conhece muito bem o meu jogo, assim como eu que conheço muito bem os golpes dele”, disse Mello que completou dizendo que o respeito dentro e fora de quadra sempre irá existir. “O respeito sempre existe. Somos muito amigos. Espero que o melhor possa vencer”, finalizou.