X

Sérvia e França prometem fazer uma das finais mais equilibradas da Davis

Segunda, 29 de novembro 2010 às 15:37:52 AMT

Link Curto:

Novak Djokovic - Davis x Croácia 10 II
Com o fim da temporada se aproximando, todos os olhares se voltarão para a grande decisão da Copa Davis, que acontecerá nessa semana, entre os dias 3 e 5 de dezembro, no piso rápido coberto da Arena Belgrado, na Sérvia, envolvendo os donos da casa e os franceses.

A final desse ano promete ser uma das mais equilibradas da memória recente da competição. Isso porque, enquanto os donos da casa apostam no jogador com o mais alto ranking da série, Novak Djokovic, número 3 do mundo e semifinalista do ATP Finals(foi derrotado pelo suíço Roger Federer, eventual campeão, com 6/1 6/4), a França tem uma equipe bem equilibrada.

O comandante francês, Guy Forget, além da juventude de Gael Monfils, finalista do Masters 1000 de Paris há algumas semanas, contará com a experiência de Arnaud Clement, Gilles Simon, ex-número 6 do mundo, e Michael Llodra, que ainda não perdeu uma partida na Davis em 2010, tanto em simples como em duplas.

Llodra e Clement, que deverão formar a dupla francesa, inclusive já conquistaram um grande título lado a lado, quando levantaram o troféu em Wimbledon, na temporada 2007, com vitória na semifinal diante da parceria brasileira dos mineiros André Sá e Marcelo Melo, com parciais de 7/6(8) 6/3 6/3.

Já o capitão adversário, Bogdan Obradovic, vive um grande dilema para definir quem acompanhará Djokovic nas partidas de simples. Simplesmente pelo fato que Viktor Troicki, atual 30º colocado no ranking, passa por um dos melhores momentos de sua carreira e vem de título recente no ATP 250 de Moscou, disputado em piso semelhante.

Enquanto a outra opção, Janko Tipsarevic, não vem colhendo bons resultados constantemente e, além disso, está abaixo na lista da ATP, ocupando atualmente a 49ª posição. Porém, ele tem um ponto positivo a seu favor, já que foi fundamental no confronto de semifinal contra os tchecos, quando garantiu seus dois pontos, com triunfos diante de Tomas Berdych e Radek Stepanek.

Os sérvios ainda terão do seu lado um dos maiores duplistas do mundo, Nenad Zimonjic, que neste domingo alcançou, ao lado do canadense Daniel Nestor, o título do ATP Finals, que reuniu, em Londres, os oito melhores times da temporada.

Na final, Nestor e Zimonjic passaram pelo indiano Mahesh Bhupathi e Max Mirnyi, por 7/6(6) 6/4. Antes disso, eles foram responsáveis por superar a melhor parceria da temporada, dos gêmeos norte-americanos Bob e Mike Bryan, marcando 6/3 3/6 12-10.