X

Nadal enfurece, bate Berdych e pega Murray na semi do ATP Finals

Sexta, 26 de novembro 2010 às 14:11:24 AMT

Link Curto:

Tênis Profissional
Um lance deixou Rafael Nadal ainda mais enfurecido e com mais apetite do que já tem e o número 1 do mundo venceu o tcheco Tomas Berdych para terminar sua participação no Grupo A do ATP World Finals na liderança carimbando vaga para a semifinal onde vai enfrentar neste sábado o britânico Andy Murray.

Leia Também:
Nº 1 brinca com Murray e diz que preferia "adversário mais fraco"
Nadal diz que Carlos Bernardes errou em lance polêmico
Siga o Tênis News no Twitter!

O líder da ATP superou o sexto colocado na reedição da finalde Wimbledon - onde se sagrou campeão - por 2 sets a 0 com parciais de 7/6 (7/3) 6/1 após 1h54min de duração.

Depois de três anos, Rafa volta à penúltima rodada do torneio jogado na O2 Arena de Londres após três anos (em 2008 não participou e em 2009 perdeu todos os três jogos) e lutará por vaga inédita contra o escocês Murray que ficou em segundo lugar no Grupo B. Este será o 13º jogo entre os dois. Nadallidera por 8 a 4, mas perdeu a última no piso rápido do Masters de Toronto (Canadá) em agosto.

A outra vaga do Grupo A foi definida mais tarde com Novak Djokovic derrotando Andy Roddick e sendo o oponente de Roger Federer.

Nadal tenta o título de forma inédita numa temporada onde ganhou o US Open pela primeira vez e consolidou o número 1 ao vencer Roland Garros, Wimbledon e outros quatro eventos.

Esta é também a primeira vez que Rafa atinge a semi de forma invicta e escapa de Federer, seu algoz nas duas vezes em que esteve nesta fase em 2006 e 2007.

O jogo

A partida foi bastante equilibrada no primeiro set e os dois tenistas fizeram seus serviços com poucos momentos de dificuldades. Nadal pressionou o rival com um duplo break no quinto game, mas cometeu erros capitais. Berdych, por sua vez, teve o duplo break no segundo game e viu Nadal encaixar um ace e dar um winner. No 6/5 pro tcheco e saque do espanhol lance polêmico. Nadal parou em uma bola duvidosa marcada dentro por um juiz de linha e dada como fora pelo árbitro brasileiro Carlos Bernardes. Berdych pediu desafio e ganhou o ponto. Nadal então reclamou pedindo a volta do mesmo e se enfureceu vibrando a cada ponto vencido.

Ele entrou firme e endiabrado no tie-break ganhando todos os pontos no saque e se aproveitando de um erro de Berdych de direita e uma dupla-falta para marcar 7/6 (7/3) com um winner de forehand após 1h10min.

Na segunda etapa o natural de Manacor começou pressionando no segundo game, não converteu dois breaks, mas no quarto, após game de quase dez minutos abriu vantagem, marcou 4/1 e embalou para quebrar de novo e encerrar com erro do oponente do leste europeu: 6/1.

Esta foi a nona vitória de Nadal em doze jogos contra Tomas - a oitava seguida.