X

Nadal vira contra Roddick e quebra jejum de 3 anos no ATP Finals

Segunda, 22 de novembro 2010 às 20:53:13 AMT

Link Curto:

Tênis Profissional
No jogo mais equilibrado da primeira rodada do ATP World Finals, torneio que reúne os oito melhores do ano, Rafael Nadal, número 1 do mundo, conseguiu a vitória sobre Andy Roddick ao marcar 2 sets a 1 de virada com parciais de 3/6 7/6 (7/5) 6/4 após 2h34min.

Leia Também:
Nadal: 'Vitória é muito importante'
Veja como foi o jogo!
Siga-nos no Twitter!

O espanhol larga na frente no Grupo A da competição disputada na moderna O2 Arena de Londres e fica na segunda posição no desempate de sets average com Novak Djokovic que mais cedo marcou um duplo 6/3 sobre o tcheco Tomas Berdych.

O campeão de Wimbledon, Roland Garros e do US Open em 2010 consegue seu primeiro triunfo depois de três anos na competição que encerra a temporada regular do circuito. Nadal havia vencido pela última vez na rodada decisiva da fase de grupos de 2007 quando marcou um duplo 6/4 diante de Novak Djokovic. Depois perdeu nas semis para Roger Federer, não participou em 2008 por problemas no joelho e perdeu todos os três jogos de 2009 sem ganhar nenhuma parcial.

Esta é apenas a quinta vitória de Rafa no torneio somando ao todo sete derrotas. Ele tem como melhores resultados as semis de 2006 e 2007 e busca o título inédito da maior competição que ainda não detem no currículo.

Nadal fica numa boa posição para se classificar à penúltima fase e vai enfrentar Novak Djokovic e Tomas Berdych na próxima quarta e sexta-feira. Enquanto isso, Roddick precisa de mais dois triunfos contra os mesmos tenistas.

O líder da ATP consegue a revanche da derrota nas semis do Masters 1000 de Miami neste ano quando saiu na frente e levou o revés. No total os dois jogaram nove vezes e Nadal tem vantagem de 6 a 3.

O jogo

Roddick adotou uma postura ofensiva mesmo com a quadra lenta e veio seguidamente pra rede. Mesmo levando várias passadas, conseguiu segurar seu saque e salvar quatro breaks, dois logo no primeiro game, e aproveitou a falta de ritmo de Nadal no início - não jogava desde meados de outubro - para obter uma quebra com dois erros do espanhol e duas duplas-faltas. Roddick abriu 3/0 e foi sustentando até fechar no saque em 49 minutos por 6/3. Nadal cometeu 15 erros contra 11 winners e o americano errou 11 bolas acertando 10.

Na segunda etapa Nadal seguiu cometendo equívocos e entregou o saque para Roddick que abriu 2/1. Mas o americano nãoaproveitou e com uma dupla-falta e erro não-forçado cedeu a virada. O jogo ficou parelho com os dois confirmando até o tie-break bem disputado nos sete primeiros pontos com cinco mini-quebras. Com um lindo winner de devolução Nadal se colocou com 4 a 3 para dar dois bons serviços e fazer 6 a 3. O natural de Manacor então fechou a parcial com 7/6 (7/5) com bom forehand. Foram 13 winners e 14 erros do espanhol contra 11 nolas vencedoras e o mesmo número de equívocos do tenista nascido em Omaha, Nebraska.

Na etapa final os dois mantiveram seus serviços até Nadal abrir vantagem com uma grande passada na corrida. O europeu abriu 4/2 e foi sustentando o serviço até o último game quando saiu de 15/30, viu Roddick errar bola boba de ataque no 30/30 e definiu com um winner de backhand agachado: 6/4.

Apesar do triunfo, o número total de erros de Nadal foi alto - 34 contra 34 winners. Roddick disparou 29 bolas vencedoras e cometeu 33 equívocos. No saque o americano fez 18 aces com 62% de aproveitamento de primeiro serviço. Nadal encaixou seis serviços indefensáveis.