X

Participantes do ATP Finals elegem melhores e piores momentos de 2010

Sexta, 19 de novembro 2010 às 16:13:48 AMT

Link Curto:

Tênis Profissional
Poucos dias antes do início do ATP Finals, que reunirá em Londres os oito melhores tenistas da temporada, Rafael Nadal, Roger Federer, Novak Djokovic, Robin Soderling, Andy Murray, Tomas Berdych, David Ferrer e Andy Roddick confidenciaram ao Wall Street Journal, dos Estados Unidos, os melhores e piores momentos de cada um deles em 2010.

Rafael Nadal

Vitórias/Derrotas – 67/9

Início do ano: ''Eu me preparei bem para 2010 e joguei um excelente tênis desde janeiro, mesmo que tenha vencido meu primeiro título apenas em abril''.

Melhor vitória: Título do US Open, completando o Career Slam.

Pior derrota: Quando teve que abandonar a partida diante do britânico Andy Murray na semifinal do Australian Open.

Temporada asiática:''Gosto de jogar na Ásia, me diverti na Tailândia e no Japão. As pessoas são tão legais e é sempre bom visitar novos países, mesmo quando o tempo não é muito grande''.

Roger Federer

Vitórias/Derrotas – 60/13

Resumo da temporada: “Comecei bem, vencendo o Aberto da Austrália, mas depois perdi jogos muito apertados. Espero terminar bem o ano e voltar a ser número 1 do mundo em 2011”.

Melhor vitória: Derrotar o russo Nikolay Davydenko nas quartas-de-final do Australian Open. ''Eu estava um set e uma quebra atrás e ele estava jogando demais. Ele tinha conquistado o ATP Finals e Doha, passando por mim e pelo Rafa (Nadal) nos dois torneios”.

Pior derrota: Federer surpreendeu nesse momento. Quando muitos imaginariam que ele escolheria o revés na semifinal do US Open diante do sérvio Novak Djokovik, ele revelou que: “foi a final de Halle em junho contra o Lleyton Hewitt”.

Novak Djokovic

Vitórias/Derrotas – 57/16

Objetivos para 2011: “Chegar ao número 2 com boas atuações em Londres e talvez tentar a liderança em 2011. O ano novo será bem diferente”.

Melhor vitória: A semifinal contra Roger Federer no US Open. “Felizmente, também posso ajudar meu país a vencer a Copa Davis neste ano”.

Pior derrota: A final do US Open, contra Nadal, e as quartas de final de Roland Garros diante de Jurgen Melzer.

Robin Soderling

Vitórias/Derrotas – 56/20

Melhor vitória: O grande triunfo contra Roger Federer nas quartas-de-final no saibro de Roland Garros. “Eu estava batendo bem na bola, sacando e devolvendo muito bem também, e pressionei Roger, o que não é nada fácil”.

Pior derrota: Quando caiu no tie-break do terceiro set frente ao norte-americano Andy Roddick, nas oitavas-de-final do Masters 1000 de Cincinatti.

Torneio favorito: Estocolmo, no seu país natal

Oponente que não quer enfrentar: Federer. “Tenho um retrospecto desfavorável contra ele”.

Andy Murray

Vitórias/Derrotas – 44/16

Melhor vitória: Final do Masters 1000 de Xangai, quando atropelou o suíço Roger Federer, com parciais de 6/3 6/2, e algumas partidas do Aberto da Austrália, onde foi vice-campeão.

Pior derrota: Decisão do Australian Open. Na ocasião, foi superado por Roger Federer.

Sua maior virtude em quadra: “Minha antecipação”.

Torneio favorito: Masters 1000 de Xangai.

Oponente que não quer enfrentar: Novak Djokovic. “Conheço o Novak há muito tempo e temos uma grande amizade”.

Tomas Berdych

Vitórias/Derrotas – 44/24

Importância de chegar a Londres: “Era um dos meus objetivos. O outro era voltar ao top 10”

Melhor vitória: Vencer Federer no Masters 1000 de Miami. “Precisei salvar match-points naquele jogo”.

Pior derrota: Para Federer no Masters 1000 de Toronto. “Perdi no tiebreak do terceiro set e tive a chance de sacar para fechar o jogo”.

Torneio favorito: Londres. “Espero dizer a mesma coisa na semana que vem.”

Oponente que não quer enfrentar: Rafael Nadal.

David Ferrer

Vitórias/Derrotas – 60/21

Melhor vitória: Contra Murray no saibro Masters 1000 de Madri. “Foi na frente da minha torcida”

Pior derrota: Oitavas de final do US Open contra seu compatriota Fernando Verdasco. “Perdi no quinto set. Estive tão perto”.

Sucesso espanhol: “Não sei por quê, mas talvez tenhamos bons técnicos”

Torneio favorito: ATP 500 de Valência, na sua cidade natal. Além disso, ele é um dos sócios do torneio, ao lado do também tenista espanhol Juan Carlos Ferrero.

Oponente que não quer enfrentar: Rafael Nadal.

Andy Roddick

Vitórias/Derrotas – 48/15

Melhor vitória: Contra Nadal na semifinal do Masters 1000 de Miami.

Pior derrota: Quando foi surpreendido por Yen Hsun-Lu, de Taiwan, nas oitavas-de-final de Wimbledon, onde ele defendia o vice-campeonato.

Torneio favorito: Masters 1000 de Indian Wells. “Lá você não joga todos os dias e ainda há vários campos de golfe”, disse Roddick.