X

Federer desperdiça 5 match-points e fica fora da final de Paris

Sábado, 13 de novembro 2010 às 17:15:57 AMT

Link Curto:

Tênis Profissional
O Palácio de Bercy e o Masters 1000 de Paris (França) definitivamente não é a casa de Roger Federer. Depois de romper a barreira das quartas de final apósoio participações, o número dois do mundo teve tudo nas mãos para chegar à final, mas perdeu cinco match-points.

Leia Também:
Federer aponta sorte de Monfils e se conforma com queda
Veja como foi a queda de Federer!

Federer foi eliminado do último torneio da série nesta temporada diante do francês Gael Monfils, 14º colocado, por 2 sets a 1 com parciais de 7/6 (9/7) 6/7 (7/1) 7/6 (7/4) após 2h41min no lotado ginásio para 12 mil eufóricos torcedores.

O suíço vinha embalado com 12 vitórias consecutivas no circuito (títulos na Basileia e Estocolmo) e buscava sua nona final na temporada diante do freguês que só o havia tirado umset em Roland Garros 2008 nos cinco jogos realizados.

Federer deixa escapar outra chance de igualar o recorde de 18 Masters 1000 de Rafael Nadal e, com 17, só pode igualar o feito em 2011. O tenista de 29 anos disputará agora o ATP World Finals, em Londres, a partir do dia 21, em uma temporadaonde soma oito finais e quatro títulos (Australian Open e Cincinnati sãoas outras conquistas).

Já Monfils repete a final de 2009 quando perdeu para o sérvio Novak Djokovic e busca seu primeiro títulodeste tipo de torneio diante do sueco Robin Soderling, quinto do ranking, que é debutante em finais nos Masters. Soderling superou na semi o francês Michael Llodra em outro jogo emocionante de 2h49min com parciais de 6/7 (9/7) 7/5 7/6 (8/6) salvando três match-points.

O jogo

O jogo começou com um primeiro game emocionante que durou nove minutos. Monfils teve trêsw break-points, mas Federersalvou duas com o saque e outra acelerando no fundo. O suíço custou a confirmar e a partir daí o duelo foi baseado no saque sem muitas emoções ou grandes jogadas de efeito. Monfils pediu atendimento no 2/3 para verificar dores no pescoço, mas não interferiu. O duelo foi ao tie-break e Federer abriu 4 a 2 com erro do tenista local. Todavia uma madeirada de Federer trouxe o rival de volta. Monfils fez 6 a 5, perdeu um set-point, salvou um de Federer com bom serviço e definiu com erro de Federer por 7/6 (9/7).Foram 17 erros do natural da Basileia contra 20 winners. Monfils bateu 18 bolas vencedoras e errou apenas dez.

A partida seguiu morna na segunda etapa. Federer teve um break após duplas-faltas do rival, mas Monfils encaixou ace e se safou. A partida seguiu no saque a saque até novo tie-break. Federer, que parecia incomodado com algo na fisionomia, ergueu a cabeça e jogou seu melhor no desempate. Disparando ótimas direitas e saque abriu 6 a 1 para fechar com bela devolução por 7/6 (7/1) em parcial onde deu 17 winners e cometeu apenas cinco erros.

Federer começou dominando na terceira etapa e conseguiu uma quebra cedo paraabrir 3/0. Tudo parecia dominado até o 4/2 quando ele vacilou, cometeu um erro, viu Monfils dar um winner de direita e errou um forehand para perder o saque. Monfils então inflamou os fãs e o duelo ficou dramático. Ele serviu com 5/6 e Federer teve cinco match-points. O suíço viu o rival jgoar com o segundo saque o tempo todo, mas perdeu dois deles com erros bobos. Monfils então confirmou depois de mais de dez minutos e no tie-break os equívocos de direita de Federer falaramalto. Monfils marcou 6 a 4 e com uma paulada no serviço celebrou batendo no peito sua primeira vitória sobre Federer: 7/6 (7/4).