X

Nadal vence batalha contra Djokovic e ergue seu 1º US Open

Segunda, 13 de setembro 2010 às 23:03:49 AMT

Link Curto:

Tênis Profissional
Rafael Nadal conquistou, em uma partida equilibrada nesta segunda-feira, o US Open, último Grand Slam do ano e único que não tinha no currículo. O número 1 do mundo superou, após 3h43min, Novak Djokovic, 3º colocado, por 3 sets a 1 com parciais de 6/4 5/7 6/4 6/2.

Leia Mais:
Veja como foi a partida! Nadal é o 7º a ganhar o Career Slam e 2º mais jovem
Veja a campanha quase perfeita!

O jovem de 24 anos atinge seu nono Major - em onze finais - e agora soma cinco conquistas em Roland Garros (2005, 2006, 2007, 2008 e 2010), duas em Wimbledon (2008 e 2010), uma no Australian Open (2009) e umano US Open (2010) completando o chamado Career Slam - ganhar os quatro maiores torneios do mundo emanos diferentes - feito obtido por somente por outros seis tenistas.

Esta é também é a terceira vez que um espanhol vence nos Estados Unidos igualando os feitos de Manoel Orantes (1975) e Manolo Santana (1965). Nadal soma a 42ª conquista na carreira e sexta na temporada onde faturou três dos quatro maiores torneios do mundo em sequência.

Nadal acaba com o estigma de perder no piso rápido para Nole. No total os dois possuem 22 jogos com 15 vitórias de Rafa, mas sete de Djokovic em onze na superfície. Nole vai embora pra casa com seu segundo vice em Nova York (perdeu para Roger Federer em 2007) e segue com um Slam no currículo (Australian Open de 2008).

O jogo

Nem mesmo uma segunda-feira, após o adiamento por contada chuva, foi capaz de deixar o Arthur Ashe Stadium vazio e os 23 mil torcedores que compareceram viram mais um jogão e a consagração do líder do ranking em um jogo super equilibrado com ótimos pontos e muita emoção.

Nadal veio com uma proposta des acar firme, ser agressivo, além de mexer Djokovic no fundo de quadra. No primeiro game o sérvio sentiu uma dorzinha no pé e parecia um pouco cansado. Nadal saiu quebrando, fez 2/0, levou o empate, mas conseguiu nova quebra para fazer 4/2 e viu o rival se descontrolar destriundo uma raquete. Bastou Rafa manter a serenidade para fechar por 6/4 com erro no revés do sérvio em 50 minutos. Nadal disparou 11 winners cometendo 7 erros. Djokovic errou 12 bolas e encaixou 9 vencedoras.

Na segunda etapa Nole se manteve firme na linha de base e aproveitou um game mal jogado por Nadal para obter uma quebra e marcar 4/1 jogando de forma confiante. Mas o natural de Manacor não se deu por vencido, foi pra cima e após um game longo devolveu a desvantagem com um backhand paralelo fundo. Pouco depois de empatar o jogo em 4/4, o tempo fechou e uma forte chuva interrompeu o duelo por quase duas horas. No retorno o sérvio conseguiu se acalmar, fez 6/5 e aproveitou o 1º set-point pra finalizar em 7/5 com grande devolução após 1h11min. Djokovic aplicou 17 winners e cometeu apenas sete erros na parcial. Nadal disparou 16 bolas vencedoras e errou 13.

Na terceira etapa Nole não vacilou no terceiro game, cometeu três erros, levou uma passada e a quebra. Nadal então abriu 3/1 e teve oito break-points em dois games para ampliar e fechar a parcial de forma mais confortável. Mesmo assim o natural de Belgrado seguiu lutando, se safou e no 4/5 teve 15/30. Mas Nadal surgiu com três ótimos primeiros saques e vibrou ao fechar por 6/4 em 57 minutos. Djokovic errou 13 bolas marcando 10 winners. Nadal, por sua vez, disparou 12 winners e errou nove.

Na última parcial Rafa conseguiu a quebra com erro de direita do tenista do leste europeu, abriu 3/1 e viu o adversário perder energia, cometer muitos erros para quebrar novamente e se colocar com 4/1. Nole lutou, teve um break no game seguinte, mas Rafa se segurou, marcou 5/1 e encerrou no saque com um erro não-forçado de Djokovic: 6/2 e Nadal no chão para celebrar.

Djokovic terminou o set com 15 erros contra apenas dois de Nadal. Nos winners foram dez do espanhol e nove do sérvio.