X

Federer se vinga de Soderling e reencontra Djokovic na semi

Quinta, 09 de setembro 2010 às 00:35:36 AMT

Link Curto:

Tênis Profissional
Com uma atuação de gala, Roger Federer conseguiu a revanche diante de Robin Soderling nas quartas de final do US Open no inícioda madrugada desta quinta-feira e se garantiu nas semifinais do último Grand Slam do ano e vai enfrentar o sérvio Novak Djokovic.

Federer, número 2 do mundo, precisou de 1h56min para superar o número 5 do mundo sem perder sets com parciais de 6/4 6/4 7/5. Nos cinco jogos que fez em Nova York, o natural da Basileia ainda não cedeu sets.

Apesar de somar 13 triunfos em 14 jogos contra o nórdico, Federer o tinha engasgado na garganta pela derrota exatamente nas quartas de final de Roland Garros este ano, fato que o tirou da liderança do ranking posteriormente com o título de Rafael Nadal.

Federer alcança a penúltima rodada e terá pelo quarto ano seguido pela frente o sérvio Novak Djokovic, que derrotou ofrancês Gael Monfils. Em 2007 os dois se enfrentaram na final e nas duas últimas temporadas fizeram a semi. O suíço venceu em todas.

No total os dois jogaram 15 partidas com 10 triunfos de Roger.

O jogo

Soderling entrou melhor na partida e logo no primeiro game de saque de Federer teve três breaks, salvos pelo suíço com bons saques. O número dois do mundo ainda salvou mais uma chance do rival no sexto game antes de conseguir a quebra no sétimo após ótimo drop-shot. Bastou então sacar bem para fechar a parcial com 6/4 em 36 minutos.

No segundo set, Federer conseguiu a quebra no terceiro game após dupla-falta de Soderling e abriu 2/1. Contudo, o nórdico devolveu a desvantagem logo em seguida empatando em 2/2 com bela passada. Mas na hora de confirmar e passar à frente, o sueco vacilou. Ele abriu 40/0, sofreu um 'apagão' no game e viu o natural da Basileia quebrar de novo para fazer 3/2 após passada. O vice-líder do ranking então tratou apenas de administrar a vantagem e, sacando bem, fechou o set com 6/4 em 35 minutos após ace.

O terceiro set foi o mais equlibrado e seguiu sem chances de quebra até o oitavo game, quando Federer cometeu erro na direita e foi quebrado. Soderling então abriu 5/3 e sacou com 5/4, mas o suíço pressionou na devolução e devolveu a quebra empatando em 5/5. O número 5 do mundo acusou o golpe e foi quebrado novamente no game seguinte. O suíço então sacou aces e fechou a partida com 7/5 garantindo sua vaga na semi.